sexta-feira, 26 de março de 2010

Servir bem para servir sempre

A não ser pela parte dos tapas, já tive várias conversas do gênero com alguns chefes. Às vezes, sinto falta de um para me divertir, mas só às vezes. O que sinto falta, de verdade, é de saber "de onde vem o dinheiro".

E uma coisa que já pratiquei muito e que hoje faço com alguma moderação.

Mais tirinhas de humor sadio no vidabesta, link ao lado.

terça-feira, 16 de março de 2010

E uma coisa boa

Somos nozes na Trip.


E o Stocker fez o outro lado da história. Tenho até medo de ver os próximos. hahaha

É uma bosta quando alguém que te acompanha desde a infância morre. E é pior ainda quando é pelas mãos de um merdinha qualquer. Desde pequeno lia as tiras do Geraldinho, depois fui conhecendo os outros personagens e, já adulto, não pude deixar de me identificar com algumas (mais do que gostaria) situações dos personagens mais velhos. Lembro de ter lido todas as tirinhas do site quando trabalhava de madrugada no uol.
Enfim, uma bosta.
E quanto ao desgraçado que matou ele, fico com o que disse um amigo meu "os chineses saberiam como lidar com um tipinho desses". Pena que o Brasil não sabe.

sexta-feira, 12 de março de 2010

Se você me encontrar num bar...


Ayala, o "senhor da dança".



Acho que agora posso falar.
Depois daquele puta susto que o Mário (hoje conhecido, também, como Dean Winchester) nos deu, é bom ver a Saco de Ratos tocando completa mais uma vez, num bar - teve aquela no itaú, mas não é a mesma coisa. Os amigos bêbados ensaiando seus passos de dança, ou assistindo de um canto, cantando baixinho. Rock é essa diversão pura.
Bem-vindo de volta, cara!

sábado, 6 de março de 2010

subterrâneos



Cripta da Sé.
Gosto de lugares assim. Escuro, silencioso e vazio - o mais perto que se pode chegar da sensação de estar numa caverna, sem sair da cidade.